O Maior Site de Notícias de Piripiri!
alt-9719c21947.jpg SANTUARIO

RILSON MEDEIROS - 999550601

PUBLICIDADE
botao--6952.gif
botao--9784.gif
botao--1794.gif
botao-kingdon--6271.gif
botao--5125.gif
botao--5332.png
botao--1912.jpg
botao--1091.jpg
botao--6275.gif
botao--5108.jpg
botao-Borracharia-Central-5894.jpg
botao--9287.jpg
botao-park-village-5502.png
botao--6770.jpg
botao--9878.jpg
botao--7247.jpg
botao--7813.gif
botao-Raphael-Assuncao-1046.jpg
botao--8067.gif
botao--3147.gif
botao--6833.jpg
botao--7347.jpg
botao--1259.gif
botao--5090.gif
botao--7144.gif
botao--5110.gif
botao--9382.jpg
botao--134.jpg




AO MESTRE COM CARINHO



15/10/2016

Ser Mestre
“Aquele que ensina, dedica-se no fazê-lo.” Romanos 12.7

Tarefa difícil, mas não impossível,
tarefa que pede sacrifício incrível!
Tarefa que exige abnegação,
tarefa que é feita com o coração!
Nos dias cansados, nas noites de angústia,
nas horas de fardo, de tamanha luta,
chegamos até a questionar:
Será, Deus, que vale a pena ensinar?
Mas bem lá dentro responde uma voz,
a que nos entende e fala por nós,
a voz da nossa alma, a voz do nosso eu:
- Vale sim, coragem!
Você ensinando, aprende também.
Você ensinando, faz bem a alguém,
e vai semeando nos alunos seus,
um pouco de PAZ e um tanto de Deus.

Parabéns professor!!!

PUBLICIDADE




Jesus e as Crianças !



13/10/2016

Um casal de ateus tinha uma filha a quem jamais haviam dito uma palavra sequer sobre Deus.

Uma noite, quando a menina contava com seus 5 anos de idade, em meio a uma briga, o pai atirou na mãe, na frente da criança, e depois se matou.

A menina assistiu a tudo. Após a tragédia, ela foi mandada para um orfanato que era cuidado por uma senhora cristã muito devota, que resolveu “apresentar” Jesus para a menina.

Na primeira oportunidade, aquela mulher mostra uma gravura onde Jesus é representado ao lado de crianças. Jesus e as crianças

Ela pergunta: – Alguém aqui sabe me dizer quem é este homem?

E, para sua surpresa, aquela menininha que nunca tinha ouvido falar de Jesus, levantou a mãozinha e disse: Eu sei!

A mulher, então, pergunta-lhe: Você o conhece?

– Sim – responde a menina – é o homem que estava me segurando no colo no dia que meus pais morreram. Jesus e as crianças

” Então lhe trouxeram algumas crianças para que lhes impusesse as mãos, e orasse; mas os discípulos os repreenderam. Jesus, porém, disse: Deixa as crianças e não as impeçais de virem a mim” – Mateus 19.13-14.






Deus procura adorador ou adoração?



09/10/2016

“Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem" ( Jo 4:23 )

O que é necessário para adorar a Deus em espírito e em verdade? É necessário ser gerado de Deus, pois somente os nascidos do Espírito são espirituais e verdadeiros “O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito” ( Jo 3:6 ); "E nisto conhecemos que somos da verdade, e diante dele asseguraremos nossos corações" ( 1Jo 3:19 ).

Para adorar a Deus é necessário ao homem ser espiritual, e para ser espiritual é necessário ser nascido de Deus. Todo aquele que crê no Filho de Deus alcança a filiação divina ( Jo 1:12 ), pois aos que creem é concedido poder para serem feitos filhos de Deus: verdadeiros e espirituais ( Ef 4:24 ).

Todos os que creem no Unigênito Filho de Deus que foi enviado ao mundo nascem de novo ( Jo 3:16 ; Jo 3:5 ), pois Cristo é Espírito vivificante, o último Adão ( ICo 15:45 ), e todos que dele são gerados, são tal qual Ele é neste mundo “O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o SENHOR, é do céu. Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais” ( 1Co 15:48 -49; 1Jo 4:17 ).

Somente os filhos de Deus, aqueles que são gerados segundo o último Adão, podem adorar a Deus em espírito e em verdade, pois somente os filhos de Deus são espirituais e estão naquele que é verdadeiro ( 1Jo 5:20 ). Diante desta verdade o apóstolo Paulo escreveu aos cristãos em Éfeso demonstrando que eles foram criados segundo Deus em verdadeira justiça e santidade “E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade” ( Ef 4:24 ).

Todos que são criados segundo Deus são novas criaturas, pois estão assentados nas regiões celestiais em Cristo "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo" ( 2Co 5:17 ; Ef 1:3 ).

Os cristãos são:

Filhos de Deus ( Gl 3:26 ; 1Jo 3:1 -2 );
Luz no Senhor "E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más" ( Jo 3:19 ); "Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no SENHOR; andai como filhos da luz" ( Ef 5:8 ); "Porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas" ( 1Ts 5:5 );
Pedras vivas ( 1Pe 2:5 );
Sacrifício vivo ( Rm 12:1 );
Sacerdócio real ( 1Pe 2:5 );
Templos de Deus ( 1Co 3:16 -17);
Herdeiros e co-herdeiros ( Rm 8:17 ).






Os 12 Hábitos do Cristão Eficaz



07/10/2016

É muito comum quantificarmos os hábitos ideais para aspectos profissionais, financeiros ou saúde. N Hábitos de pessoas saudáveis... X Hábitos de pessoas eficientes... Há inúmeros livros para isso. Neste artigo, abordamos de forma direta os hábitos do cristão que permitirão que o Espírito Santo faça Sua obra principal, ou seja, nos tornar parecidos com Jesus.

1. Ore ao acordar, antes de deitar e ao longo do dia (tenha uma lista de necessidades, desejos e projetos por escrito e ore por eles).
2. Exercite sua FÉ, ou seja, creia independente das circunstâncias.
3. Peça perdão por seus pecados diariamente. Evite pedir perdão no "atacado". Peça perdão por cada um deles, se arrependendo e pedindo força e sabedoria para melhorar.
4. Agradeça por TUDO, bom ou ruim. Tudo é vontade Dele.
5. Leia e memorize a Palavra.
6. Profetize a Palavra sobre sua vida (pode ser sobre sua lista) e sobre a dos outros (evite dar opiniões e conselhos a outras pessoas, apenas diga a Palavra ou se oriente por ela).
7. Se Perdoe (Deus já te perdoou! Diga adeus ao remorso!) e Perdoe quem te ofendeu (procure entender os motivos de quem o feriu. Talvez isso ajude.).
8. Priorize as coisas do Reino de Deus e não as coisas terrenas. Pessoas e não coisas.
9. Gerencie seus pensamentos (sua alma) para ter emoções sadias. Lembre-se de que você pode e deve escolher o que pensar, e que suas emoções são resultado de seus pensamentos. "Filipenses 4:8/9 Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai".
10. Ande no Espírito ? Encha-se do Espírito Santo e passe a ver sua vida com os olhos espirituais de Deus. Efésios 5:18/19 E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais". Ministre a você mesmo a Palavra. Adore com salmos e louvores. Além da presença vibrante do Espírito Santo, isso trará pelo menos mais 2 benefícios:
1º. A fé que agrada a Deus. Hebreus 11:6 "é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam".
2º. O fruto do Espírito Gálatas 5:22/23 Mas o Fruto do Espírito de Deus é: amor, a alegria, a paz, a longanimidade (paciência), a benignidade (ser positivo/favorável), a bondade, a fé, a mansidão e o domínio próprio (auto-controle ao agir/manter-se em comunhão com Deus e não permitir que sua emoção seja invadida e ameaçada por pessoas ou circunstâncias).
11. Não deixe de Cear ? A ceia do Senhor (pão e o vinho) não é uma opção, mas um mandamento, que traz comunhão com o Senhor e cura doenças físicas e emocionais. I Coríntios 11:25 Por semelhante modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: Este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes, em memória de mim.
12. Viva e ande perto de gente apaixonada por Jesus. O corpo de Cristo é dividido em membros, e nós somos esses membros, precisando uns dos outros para sermos um corpo.

Leia mais em: http://www.webartigos.com/artigos/os-12-habitos-do-cristao-eficaz.






Orar pelas Autoridades ?



03/10/2016

Por intermédio do apóstolo Paulo, Deus nos diz que devemos orar pelas autoridades, o que inclui o prefeito da nossa cidade, o governador do nosso Estado e a presidente do País.
Leiamos a instrução:

"Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranqüila e pacífica, com toda a piedade e dignidade. Isso é bom e agradável perante Deus, nosso Salvador, 4 que deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade" (1 Timóteo 2.1-4).

Se pensarmos apenas em Roma, o imperador se chamava NERO CLAVDIVS CAESAR AVGVSTVS GERMANICVS, que governou de Outubro de 54 a Junho de 68 e que mandou matar o autor da Carta a Timóteo.

Este texto foi muito mal usado por governantes déspotas, pelo que precisa ser bem compreendido, para ser aplicado.

1. A oração pelas autoridades faz parte do ministério da intercessão por todas as pessoas, incluindo os governantes. A oração pelos outros (intercessão) agrada a Deus.

2. Os governantes são parte das leis de Deus para a humanidade.
Há leis naturais (estudadas pela física e pela química, por exemplo) e espirituais (instruções sobre a arte de viver nesta vida e na próxima) e há leis sociais (com o conjunto de regras para a vida em sociedade ou vida política).
Uma destas leis é a existência de governos para liderar as nações, estados e cidades.
Eles vivem sob uma pressão muito grande.
Eles vivem sob uma tentação muito grande.
Eles vivem sob uma sedução muito grande.
Eles precisam de uma sabedoria solidária para governar.
Ele precisam de nossas orações.

3. Os governantes precisam de qualidades naturais (dadas naturalmente por Deus), mas também de qualidades especiais (dadas sobrenaturalmente por Deus) para bem governar.
Quando oramos por esses governantes, pedimos a Deus que os capacite, tanto natural quando sobrenaturalmente, não importa se crêem nEle.
Um bom governo permite que os cristãos vivam em liberdade e possam proclamar o amor de Deus para com todos.

4. A oração pelos governantes não elimina o direito à crítica, que pode pedir por seu impeachment. Os tiranos devem ser depostos. Os pastores Martin Niemoller e Dietrich Bonhoeffer resistiram a Hitler. Martin Luther King Jr resistiram à política oficial segregacionista norte-americana. Orar por um político não é aprovar sua conduta.

Devemos pedir pela conversão dos governantes.
Devemos pedir sabedoria para os governantes.
Devemos pedir generosidade dos governantes.
Devemos pedir que os governantes consigam atuar de modo a contribuir para que haja justiça e liberdade.
Podemos até pedir saída dos governantes incompetentes ou corruptos, respeitada a lei, se democrática.






Vitorias e Derrotas,como manter o Equilíbrio!



30/09/2016

o longo da vida, vamos colecionando vitórias e derrotas.
As vitórias celebramos, no que fazemos bem, mas deveríamos meditar também nelas. Já que sabemos que as vitórias de hoje não garantem as de amanhã, precisamos vencer e nos preparar para vencer de novo.
Se as vitórias nos animam, as derrotam nos deprimem.
E ficaremos apenas deprimidos, se não refletirmos sobre elas.
Uma derrota pode ser uma curva na estrada ou pode ser o seu fim.
Derrotados, precisamos assumir as nossas responsabilidades, mas só as que nos pertencem, e sem culpar os outros que não podem ser trazidos para o palco da história porque não participaram dela.
Derrotados, precisamos organizar nossas emoções, para que, equilibradas, nos deem forças para a vida que se descortina daqui para a frente.
Derrotados, precisamos fazer uma autoavaliação moral de nossas atitudes. Não terão, por exemplo, as vitórias anteriores nos catapultado para o planeta do orgulho, de onde só vem a queda? Quem nos derrotou: o excesso de confiança ou o medo?
Derrotados, precisamos fazer uma avaliação intelectual em torno do modo como lutamos: estudamos bem a adversidade para vencê-la, levando-a a sério ou tratando dela com displicência?
Derrotados, precisamos saber que a derrota é o que ela é: uma derrota. Se tudo correr bem, esta não foi a última.
A humildade, que começa com o reconhecimento dos erros na derrota, nos capacita para o retorno do triunfo.
As derrotas e adversidades produzem uma sensação de desamparo divino. É importante lembrar que não somos movidos por sensações, racionalizações ou qualquer outro aspecto dos sentimentos e da natureza humana, mas por fé: "Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem." (Hb 11.1). Embora você possa não sentir ou perceber, mas Deus está contigo!

A história também nos revela derrotas e fracassos que foram trampolim para a vitória e o sucesso:

Albert Eistein. Expulso de uma escola em Munique em razão de não ter interesse em seus estudos, reprovado em um exame de admissão numa escola politécnica em Zurique, rejeitado para ser monitor ou assistente de turma, não foi vencido pelo fracasso e pelo desânimo. Ele persistiu, se realizou e tornou-se um dos maiores gênios da humanidade.

Ludwig von Beethoven. Por não conseguir aprender as regras da composição musical, seu professor fez a seguinte declaração: "Aquele homem nunca aprendeu nada e, o que é pior, nunca comporá nada digno de nota". Beethoven tornou-se um dos grandes compositores da música clássica.






O Cristão e a Política



26/09/2016

Desde a minha a minha infância, sempre ouço pessoas dizendo: “Crente que é Crente não se envolve com política”, que “igreja e política não devem ter proximidade alguma”, que o “meio político é muito sujo e não podemos ficar em um lugar assim”.

Porém, se pararmos para observar a nossa posição na terra e o nosso papel como Igreja de Cristo, perceberemos que na verdade a diferença deve ser feita por nossas vidas, e enquanto estivermos aqui, a lei e a forma natural de governo (política) estabelecida pelos homens com a função de organização social, terá autoridade e interferência sobre nossas vidas terrenas. Por mais que não sejamos do mundo, estamos nele e um dia nos encontremos com o Senhor nos ares.

“Não rogo que os tires do mundo, mas que os protejas do Maligno. Eles não são do mundo, como eu também não sou. Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade, assim como me enviaste ao mundo, eu os enviei ao mundo” (João 17:15-17).

A oração de Jesus é para que ficássemos no mundo, e através da Palavra fizéssemos a diferença. Em outros trechos das escrituras, Ele ainda ensina acerca de sermos Sal e Luz (Mt 5:13-15). O Apostolo Paulo também afirma, que devemos ser filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração corrompida retendo firme a palavra da verdade (Fp 2:15-16).

Assim, se o propósito é estarmos aqui para fazermos a diferença, então não podemos como Cristãos silenciar a nossa voz, e no que diz respeito à política, manifesta-la de duas maneiras simples: oração e voto.

A oração é nossa primeira ação e possui uma característica de versatilidade, tendo em vista que se aplica a qualquer alvo que queiramos atingir não importando a distancia que estejamos. E sobre oração o Apostolo Paulo ainda nos adverte acerca das autoridades, “antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ação de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade” (I Timóteo 2.12).

O nosso Voto deve ser correto, consciente, não por venda, divida, rebeldia, divisão ou fanatismo. Mas atentando para as propostas e histórico do candidato, usando de sabedoria, pois é o nosso papel como cidadãos. Votar corretamente, da maneira e motivação certa, pode ser uma voz de salvação sobre a nossa sociedade, sobre a vizinhança que nos rodeia.

A política é necessária para nossa vida aqui na terra. Pela teoria política de estudo da formação do Estados, pode-se dizer que a política é uma expressão do Estado para que os homens não fiquem entregues a seu “estado de natureza”. Segundo Thomas Hobbes, filósofo político do Século XVII, o “estado de natureza” é algo hipotético que ocorria antes da instituição dos governos, onde todos estavam entregues ao uso da força para alcançar o que se queria por qualquer meio possível, então a violência tornava-se a primeira alternativa levando ao domínio do homem sobre o homem, atingindo a integridade física, mental e de propriedade. Por isso os homens segundo Hobbes, instituíram um “contrato social”, onde cada um abdicaria do seu próprio poder para que uma forma de governo comandasse e garantisse o direito de todos.

Todavia, bem antes de toda essa forma teórica proposta no século XVII pelos estudiosos políticos, as Escrituras já falavam que os cargos de autoridade foram estabelecidos por Deus como uma posição de liderança e responsabilidade mantendo também a ordem onde habitamos, para que possamos não temer a desvirtuação dos homens, sabendo que a autoridade é agente da justiça, julga a todos em terra e faz uso da espada, ao mesmo tempo que exalta aqueles que procedem justamente. Ela é serva de Deus para o nosso bem e a elas devemos ser submissos por causa da nossa consciência assim como entregarmos o nosso tributo. (RM13:1-6)

Como Cristãos e Filhos de Deus, devemos ter uma atitude positiva em meio a um mundo tão negativo, uma posição cidadã verdadeira, honesta, limpa e exemplar para o povo, levará o nome de Jesus a ser Honrado.

Não devemos falar mal dos políticos, espalhar fofocas sobre os mesmos, informações que nem sabemos a procedência ou apoiar comentários de rebeldia, antes devemos evitar se envolver em discussões que não trazem nenhum tipo de edificação (II Tm 2:16). As nossas redes sociais não devem ser uma verdadeira zona de guerra partidária, mas devemos respeitar a opinião dos demais e não sermos fanáticos ou radicais com os candidatos de nossa preferência agindo até mesmo com uma idolatria a estes, pois dessa devemos fugir (ICo10:14). Se agirmos errado estaremos afastando pessoas de nós e impedindo possíveis vínculos de Salvação para elas.

Nós somos um povo forte sobre o Brasil, correspondemos a 25% da população (IBGE2014). Como evangélicos devemos cumprir bem o nosso papel espiritual assim como cidadão e sermos a porta por onde a salvação venha para nossa nação.






O que diz a Bíblia a respeito do divórcio e segundo casamento?



20/09/2016

Em primeiro lugar, independentemente do ponto de vista que se tem a respeito do divórcio, é importante lembrar as palavras da Bíblia em Malaquias 2:16a: “Pois eu detesto o divórcio, diz o Senhor Deus de Israel.” De acordo com a Bíblia, o plano de Deus é que o casamento seja um compromisso para toda a vida. “Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem” (Mateus 19:6). Entretanto, Deus bem sabe que o casamento envolve dois seres humanos pecadores, e por isto o divórcio vai ocorrer. No Antigo Testamento, Ele estabeleceu algumas leis com o objetivo de proteger os direitos dos divorciados, em particular das mulheres (Deuteronômio 24:1-4). Jesus mostrou que estas leis foram dadas por causa da dureza do coração das pessoas, não por desejo de Deus (Mateus 19:8).

A polêmica a respeito do divórcio e do segundo casamento, se são ou não permitidos de acordo com a Bíblia, gira basicamente em torno das palavras de Jesus em Mateus 5:32 e 19:9. A frase “a não ser por causa de infidelidade” é a única coisa nas Escrituras que possivelmente dá a permissão de Deus para o divórcio e segundo casamento. Muitos intérpretes compreendem esta “cláusula de exceção” como se referindo à “infidelidade matrimonial” durante o período de “compromisso pré-nupcial”. Segundo o costume judeu, um homem e uma mulher eram considerados casados mesmo durante o período em que estavam ainda “prometidos” um ao outro. A imoralidade durante este período em que estavam “prometidos” seria a única razão válida para um divórcio.

Entretanto, a palavra grega traduzida “infidelidade conjugal” é uma palavra que pode significar qualquer forma de imoralidade sexual. Pode significar fornicação, prostituição, adultério, etc. Jesus está possivelmente dizendo que o divórcio é permitido se é cometida imoralidade sexual. As relações sexuais são uma parte muito importante do laço matrimonial: “e serão dois uma só carne” (Gênesis 2:24; Mateus 19:5; Efésios 5:31). Por este motivo, uma quebra neste laço por relações sexuais fora do casamento pode ser razão para que seja permitido o divórcio. Se assim for, Jesus também tem em mente o segundo casamento nesta passagem. A expressão “e casar com outra” (Mateus 19:9) indica que o divórcio e o segundo casamento são permitidos se ocorrer a cláusula de exceção, qualquer que seja sua interpretação. É importante notar que somente a parte inocente tem a permissão de se casar uma segunda vez. Apesar disto não estar claramente colocado no texto, a permissão para o segundo casamento após um divórcio é demonstração da misericórdia de Deus para com aquele que sofreu com o pecado do outro, não para com aquele que cometeu a imoralidade sexual. Pode haver casos onde a “parte culpada” tem a permissão de se casar mais uma vez, mas tal conceito não é ensinado neste texto.

Alguns compreendem I Coríntios 7:15 como uma outra “exceção”, permitindo o segundo casamento se um cônjuge não crente se divorciar do crente. Entretanto, o contexto não menciona o segundo casamento, mas apenas diz que um crente não está amarrado a um casamento se um cônjuge não crente quiser partir. Outros afirmam que o abuso matrimonial e infantil são razões válidas para o divórcio, mesmo que não estejam listadas como tal na Bíblia. Mesmo sendo este o caso, não é sábio fazer suposições com a Palavra de Deus.

Às vezes, perdido no meio deste debate a respeito da cláusula de exceção, está o fato de que qualquer que seja o significado da “infidelidade conjugal” , esta é uma permissão para o divórcio, não um requisito para ele. Mesmo quando se comete adultério, um casal pode, através da graça de Deus, aprender a perdoar e começar a reconstruir o casamento. Deus nos perdoou de tão mais. Certamente podemos seguir Seu exemplo e perdoar até mesmo o pecado do adultério (Efésios 4:32). Entretanto, em muitos casos, o cônjuge não se arrepende e nem se corrige, e continua na imoralidade sexual. É aí que Mateus 19:9 pode possivelmente ser aplicado. Muitos também se apressam a fazer um segundo casamento depois de um divórcio, quando Deus pode estar querendo que continuem solteiros. Deus às vezes chama alguém para ser solteiro a fim de que sua atenção não seja dividida (I Coríntios 7:32-35). O segundo casamento após um divórcio pode ser uma opção em alguns casos, mas não significa que seja a única opção.

Causa perturbação que o índice de divórcio entre os que se declaram cristãos seja quase tão alto quanto no mundo não crente. A Bíblia deixa muitíssimo claro que Deus odeia o divórcio (Malaquias 2:16) e que a reconciliação e perdão deveriam ser atributos presentes na vida de um crente (Lucas 11:4; Efésios 4:32). Entretanto, Deus reconhece que divórcios poderão ocorrer, mesmo entre Seus filhos. Um crente divorciado e/ou que tenha se casado novamente não deve se sentir menos amado por Deus, mesmo que seu divórcio e/ou segundo casamento não esteja sob a possível cláusula de exceção de Mateus 19:9. Freqüentemente Deus usa até a desobediência pecaminosa dos cristãos para executar um bem maior.






Indepêndencia com Cristo



11/09/2015


Essa foi a frase histórica de D. Pedro I, no dia 7 de setembro de 1822, às 16h30min, às margens do Rio Ipiranga, localizado na cidade de São Paulo, SP.
Foi um brado retumbante de um povo heróico, às margens plácidas desse rio histórico, o Rio Ipiranga. É certo que isso custou um preço. Custou coragem, valentia e confiança. Afinal, era a separação política entre a colônia do Brasil e a metrópole portuguesa.

Foi um processo que, merecidamente, ficou registrado nos anais da história brasileira e digno de ser lembrado e ovacionado mesmo depois de seus 190 anos.

Quantos brasileiros que fizeram desdém às suas próprias vidas, tornando-se mártires, para que, hoje, pudéssemos desfrutar de uma nação livre, amada e 'gigante pela própria natureza'.
Quando se fala em 'independência', de liberdade, dentro de um contexto bíblico, logo pensamos naquele que também proclamou nossa liberdade espiritual e morreu por nós: Jesus!

Ele disse: "O Espírito do Senhor está sobre mim, porque o Senhor me ungiu a pregar Boa Nova aos quebrantados e enviou-me a curar os quebrantados de coração e a livrar todos os cativos e a pôr em liberdade todos os algemados", Lucas 4: 18.

Ele veio para que tenhamos vida e vida em abundância. João 10.10. 1Coríntios 15:3 diz que "Ele morreu pelos nossos pecados". Éramos escravos, pois 'todo aquele que peca é escravo do pecado'. João 8:34. Tiago 1: 15 diz que "o pecado gera a morte", mas Ele nos libertou. Aleluia!

Podemos também dar o brado de independência! Já faz mais de dois mil anos que o brado foi dado no Monte Calvário: "Pai, tudo está consumado". João 19: 30. Temos de declarar nossa liberdade, nossa independência do pecado e de tudo aquilo que escraviza, sejam falsas religiões, heresias, sistemas e domínios humanos que estão fora do contexto bíblico, da relatividade moral, da mediocridade, de qualquer mal, seja físico, emocional, relacional ou espiritual, das obras da carne, dos vícios e de qualquer embaraço desta vida.

Independência é viver com Cristo. Sem independência, estaremos mortos, seremos prisioneiros de nós mesmos, do diabo ou dos sistemas que existem neste mundo tenebroso, criados pelos homens que são dependentes dele.

Vamos proclamar e viver nossa "Independência" com aquele que morreu por nós: JESUS!






Confie!



06/09/2016

Só Deus e seu amor divino podem restaurar o que se partiu. Só Deus pode iluminar seus caminhos e torná-los mais brandos. Deus é bom e misericordioso. Ele só pede que você deposite sua fé e confiança em seu amor incondicional.

Só Deus pode proporcionar a paz que seu coração necessita, restaurando o que o passado devastou. Só Deus pode dar sentido ao presente e garantir um futuro com mais esperança. Seus planos são maiores do que nossos olhos podem ver. Nossa sabedoria limitada não valoriza o que realmente importa, mas Deus nos mostra o que é válido de verdade.

Quando você fraquejar, procure aproximar-se de Deus através da oração. Quando oramos, falamos com Deus e nos abrimos para que ele fale conosco. Absorva esse diálogo e deixe que o amor contagie suas ações.

Se você tem fé, nada pode atingi-lo! Deixe que sua fé cresça e contagie seu medo!






Vai Passar



29/08/2016

Todos nós passamos por períodos de melhoramentos, que muitas vezes chamamos de desertos. São as provas da vida, as crises que Deus usa como verdadeiras professoras para nos ensinar preciosidades.

Ninguém está isento de períodos dolorosos... Qualquer pessoa atravessa desertos. Mas é preciso sabedoria para agir da forma correta nesses períodos.

Problemas nós enfrentamos todos os dias, mas quando as coisas apertam e as dificuldades parecem maiores do que nós mesmos, pode ter certeza: estamos imersos em terras áridas.

Eu já enfrentei alguns desertos... Uns maiores, outros menores, mas sempre frutíferos pra mim. Nunca saímos de um tempo de caos da mesma forma que entramos. É certo que sofremos, gememos. Há momentos que achamos que nem vamos conseguir atravessá-lo... Mas a verdade é que debaixo da orientação de Deus sempre alcançamos o final desse percurso doloroso.

Eu comparo o deserto com um ano letivo. Na escola, aqueles que são mais dedicados, que se submetem às exigências dos professores, sempre concluem o período de estudos mais rápido. Contudo, aqueles que querem fazer tudo do seu jeito, que priorizam as suas vontades erradas, que dão vazão a displicência, sempre prolongam o tempo de estudos... Ficam de recuperação ou, nos casos mais extremos, são reprovados e precisam passar por tudo novamente.

Foi assim com os israelitas que passaram quarenta anos peregrinando pelo deserto. Apesar de tantos milagres, provisões e da aproximação inegável de Deus, apenas dois daquela multidão que saiu do Egito foram aprovados e entraram na terra prometida. Triste, não?
E o SENHOR falou a Moisés: "Até quando este povo me desprezará? Até quando recusará crer em mim, apesar dos sinais que fiz no meio deles?" Números 14.11.
Todavia, meu servo Calebe, visto que demonstra ter outro espírito, e me segue com confiança e integridade, Eu o farei entrar na terra que foi observar, e seus descendentes a herdarão." Números 14.24.
Nenhum de vós entrareis na terra que, com mão erguida, como ato de juramento, prometi dar-lhes para vossa habitação, exceto Calebe, filho de Jefoné, e Josué, filho de Num. Números 14.30.
Precisamos agir com muita sabedoria nos períodos de deserto, pois quanto mais obedientes, tementes e atenciosos formos, mais rápido passaremos por ele e sairemos vitoriosos.

Nunca foi a intenção de Deus nos destruir no caos... O que o Senhor deseja é que garimpemos as crises alcançando os tesouros que nelas estão escondidos e que saiamos muito melhores do que entramos.

Como disse no início do texto, já passei por muitos desertos e afirmo pra vocês que eles me fizeram muito mais bem do que mal. É certo que de alguns eu saí com traumas, feridas enormes, mas nada que Deus não sarasse com o tempo. O que permaneceu de cada período ruim foram os frutos bons... E um desses frutos é este blog.

Lembro que quando abri essa página em 2009, havia acabado de encerrar um período muito delicado e doloroso na minha vida. Tempos de crise são sempre muito frutíferos se vividos com sabedoria.

Quero encerrar esse texto trazendo uma certeza ao seu coração: VAI PASSAR. O caos é transitório, não gaste o seu tempo se entristecendo, murmurando ou enchendo a sua mente de preocupações e descrenças, pois a vida não é feita apenas de dias ruins... Os dias alegres, felizes e ensolarados sempre chegam e, dependendo da nossa submissão à vontade de Deus, podem chegar mais rápido do que imaginamos.

Guarde a sua fé, permaneça firme Naquele que está com você em todo tempo... Você vai vencer






Saiba Recomeçar



24/08/2016

Quando Davi pecou, ele não parou a sua vida porque tinha pecado. Quando Natã o confrontou, mostrando pecados gravíssimos que ele tinha cometido, ele não parou a sua vida. Antes, ele confessou o pecado, reconheceu o seu erro e continuou a sua caminhada.
O bom líder reconhece, confessa e recomeça tudo do zero novamente, se necessário for, porque Deus tem um futuro de glórias para você! Deus tem uma caminhada de vitórias para a sua vida!
Muitas pessoas não sabem recomeçar na vida, ficam amarradas ao que tinham, e ao que eram no passado. Não conseguem esquecer erros que cometeram ou perdoar pessoas que lhes trouxeram a perda e o prejuízo. O líder de verdade não para por traições, decepções, perdas ou frustrações. Se for preciso, ele sabe recomeçar tudo de novo.
Quando Davi perdeu tudo em Ziclague, mulheres, filhos, bens, ele não ficou parado! Ele se ajoelhou se prostrou diante de Deus, se reanimou, renovou os seus votos e foi atrás do inimigo para recuperar tudo o que haviam roubado, de volta. 1 Samuel 30:3-9
O líder precisa ter a unção do recomeço. Talvez você tenha perdido pelo fato de não orar mais, como orava; não se envolve mais, como se envolvia; entregou cargo, entregou o ministério, ou talvez nem o tenha entregado ainda, mas, na sua cabeça, você já o fez, e está apenas esperando que ele se acabe sozinho.
Se você foi ferido, sofreu decepções, se fez besteira, se falou o que não devia, agiu de maneira errada, reconheça, confesse e peça perdão a Deus porque é hora de recomeçar a sua caminhada, porque você foi chamado para ser um Líder de Sucesso!
Fonte: Extraído do Livro Líder de Sucesso – Pr. Bruno Monteiro






Qual a razão do seu Sorriso ?



02/08/2016

Sei bem o que é passar necessidade e sei o que é andar com fartura. Aprendi o mistério de viver feliz em todo lugar e em qualquer situação". Filipenses 4.12a.
Há momentos que chegamos a perguntar para Deus: "Por que eu? Dentre tantos que existem no mundo, justo eu tenho que enfrentar esse problema". Às vezes é uma enfermidade, um problema financeiro, uma causa na justiça.

Quero te dar um conselho: use as adversidades a seu favor, sugue o melhor que elas podem te proporcionar, pois sempre há algo a aprender com os desafios que aparecem na nossa caminhada.

Sei que existem problemas que persistem por muito tempo, alguns duram a vida inteira... Mas se eles te aproximam de Deus, sinta-se premiado! Se nas vielas dolorosas da vida você encontrar o Senhor e conhecê-Lo intimamente, pode ter certeza que valeu cada lágrima derramada.

Desconheço pessoas sem problemas. Aquelas que não enfrentam a dor que você enfrenta não são mais felizes por isso. Uma pessoa não é feliz por falta de problemas, mas sim porque apesar dos problemas encontrou motivo suficiente para sorrir... E o motivo é Jesus.

Não se admire de ver pobres alegres, pessoas deficientes dando gargalhadas e idosos ainda cheios de sonhos e aspirações. Cristo é quem faz a diferença! Só Ele é capaz de encher os nossos corações de paz, esperança e alegria.

Ele continua o mesmo... O mesmo que curou aquela mulher que possuía um fluxo de sangue, que libertou Lázaro das amarras da morte e que fez cegos enxergarem.

Que não lhe falte fé, mas também que não lhe falte alegria mesmo quando as coisas não andarem na direção que você queria.
Colocaste em meu coração mais alegria do que a daqueles que têm fartura nas épocas de trigo e vinho. Salmos 4.7.






Não é o Fim



28/07/2007


"Por isso não temas, porque estou contigo; não te assustes, porque sou o teu Deus; Eu te fortaleço, ajudo e sustento com a mão direita da minha justiça." Isaías 41.10.

É surpreendente o poder que Deus tem de nos reerguer, de nos resgatar dos buracos mais profundos da vida. Falo isso com propriedade porque já fui salva pelo Senhor de duas situações que ao meu ver seriam o fim da minha vida. A primeira foi mais dolorosa do que a segunda e confesso que pedi a Deus para me levar pois não suportava mais tanto sofrimento.

Eu queria que Ele desse um basta na minha vida... Eu não queria mais viver a angústia que estava aprisionando os meus dias. Mas aos poucos o Senhor foi colocando ordem no caos, juntando os cacos do meu coração, mudando as circunstâncias e a forma como eu enxergava tudo ao meu redor. Hoje eu posso dizer que doeu muito, mas passou e aqui estou contando a história e me beneficiando de toda a bagagem de experiência que alcancei nesse tempo sombrio.

"Não vos lembreis dos acontecimentos passados, nem considereis os fatos antigos. Eis que realizo uma nova obra, que já está para acontecer. Não percebestes ainda? Porei um caminho no deserto e rios no ermo." Isaías 43.18 e 19.

Em situações onde perdemos o controle, chegamos a achar que Deus também perdeu as rédeas e que o nosso barco está à deriva, sem Comandante. A vida pode nos pegar de surpresa, nos levar por caminhos que nunca imaginamos trilhar... Mas o Senhor continua tendo domínio sobre tudo.

O que muitas vezes parece o fim do percurso, é na verdade uma curva sinuosa que nos leva a outro trecho do caminho, onde precisamos estar mais alinhados com a vontade de Deus.

Ouro para ser refinado precisa passar pelo fogo, diamante para brilhar tem que ser lapidado e barro para ser moldado precisa ser amassado... Aprender a viver exige de nós experiência com tribulações. Não teremos um coração compassivo e amoroso sem passar por sofrimentos.

"Não temas, porquanto Eu te salvei. Convoquei-te pelo teu nome; tu és meu! Quando passares pelas águas, Eu serei contigo; quando, pelo rios, eles não te submergirão; quando caminhares pelo fogo, não te queimará, nem a chama arderá em ti." Isaías 43.1b e 2.

Há uma música linda do Diante do Trono que diz: "Dá-me um coração igual ao Teu, meu Mestre." Jesus foi um homem de dores, sabia o que era padecer. Ele foi superior em santidade, vivia em profunda comunhão com o Pai, amava os perdidos e desprezados e levava vida aonde não existia.

Ele continua no controle, cuidando de tudo e guiando o nosso barco ao porto ansiado. Tenha paz.

WWW.frangranciadevida.com






Deus não está Morto



27/07/2016
Deus não está Morto Deus não está Morto

Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, sim, de eternidade a eternidade, tu és Deus. Salmo.90.2. Disse o néscio (tolo) no seu coração: "Deus não existe!" Têm-se corrompido e têm cometido abominável iniquidade; não ninguém que faça o bem (Sl.53.1). O filme, Deus não está morto, retrata uma sociedade cética e auto confiante, que descarta Deus e todas as possibilidades da sua existência. Nunca na história da humanidade tivemos um número tão expressivo de pessoas que passaram a não acreditar em Deus. Deus existe, Ele está vivo e em plena atividade. Deus não está inerte, estático ou parado, mas Ele está sempre presente e em ação. Deus é criador, provedor e comandante de toda a sua criação, Ele não entregou o mundo a sua própria sorte, mas Ele está no controle de todas as coisas. O maior engano de Satanás é fazer as pessoas pensarem que Deus está morto. O filósofo alemão Friedrich Nietzsche (1844-1900), foi declaradamente um ateu e teve muitas ideias e pensamentos que chocou e contrariou a muitos na sua época. Muitas de suas frases se tornaram famosas, sendo repetidas nos mais diversos contextos, gerando muitas distorções e confusões. Algumas delas: "Deus está morto. Viva Perigosamente. Qual o melhor remédio? - Vitória!". "O Evangelho morreu na cruz". "A fé é querer ignorar tudo aquilo que é verdade". "Será o Homem um erro de
Deus, ou Deus um erro dos Homens?" "Deus está morto mas o seu cadáver permanece insepulto."Ao contrário do que Nietzsche declarou podemos afirmar pela palavra de Deus: O Evangelho não morreu, mas sempre esteve vivo, mudando e libertando a vida das pessoas. A fé nunca ignora a verdade, pelo contrário ela está baseada na verdade, porém ele vê o invisível e crer no poder sobrenatural de Deus. Deus nunca erra porque Ele vê o fim desde o começo. Deus nunca foi um erro para os homens, eles é que criaram deuses para si. Deus não está morto como afirmava Nietzsche, Ele (Jesus) morreu, mas ao terceiro dia Ele ressuscitou, e está vivo para sempre. Amém! Deus não precisa provar pra ninguém que Ele é Deus. Se acreditamos, Ele é Deus; se não acreditamos Ele continua sendo Deus. Somos simples mortais, porém muitos na sua arrogância querem questionar a existência de Deus, e outros declaram que Ele está morto. Ele declarou na sua palavra: Vede, agora, que Eu Sou, e mais nenhum outros deus comigo; eu mato e eu faço viver; eu firo e eu saro; e ninguém há que escape da minha mão. Porque levantarei a minha mão aos céus e direi: Eu vivo para sempre (Dt.32.39,40). Amém! O meu Deus não está morto, Ele está presente à cada amanhecer. Deus não morreu, Ele vive dentro de mim, e Sua luz ilumina todo o meu ser. Ele está vivo e gritando por todos aqueles que desacreditam Nele. Ele nunca morreu, Ele sempre esteve aqui, clamando por atenção, esperando de nós um pouco de fé. Jesus não morreu naquela cruz, Ele apenas adormecia, até o terceiro dia em que acordou. O Criador do universo ainda vive, e porque Ele vive hoje estamos aqui. Só porque Ele algum dia lhe disse um não, não quer dizer que Ele tenha morrido. Deus não morreu para mim, Ele continua aqui, à cada respirar. Se algum dia Ele esteve morto para você, o permita ressuscitar, só depende de você. Deus não está morto, Ele nunca esteve.





P?gs.: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10