O Maior Site de Notícias de Piripiri!
PUBLICIDADE
botao--9784.gif
botao--1794.gif
botao--858.gif
botao--6252.gif
botao--5125.gif
botao--981.jpg
botao--3424.gif
botao--8446.jpg
botao--4102.gif
botao--9287.jpg
botao--6770.jpg
botao--9878.jpg
botao--7813.gif
botao-Raphael-Assuncao-1046.jpg
botao--7694.jpg
botao--7347.jpg
botao--6833.jpg
botao--1259.gif
botao--5090.gif
botao--7144.gif
botao--5110.gif
botao--9382.jpg




Vem aí... "Crie e Pense Moda 2016"



23/05/2007

A cidade que é o maior polo de moda íntima do estado, Piripiri, receberá o evento “Crie e Pense Moda” realizado pelo IFPI-Campus Piripiri. Mesmo com a carência em eventos no segmento de moda e a crise pela qual enfrentamos o “Crie e Pense Moda” vem aí com todo gás e o propósito de mostrar as potencialidades dos profissionais de moda, desde a egressos do próprio instituto a renomes que são referências no país.
O evento, acontecerá no dia 24 das 8:00 ás 18:00 hrs no IFPI- Campus Piripiri, será gratuito e aberto para toda a comunidade. A programação está distribuída em palestras, mesas redondas, exposições e oficinas, abrangendo diversos eixos da moda como o estilístico, jornalístico e acadêmico.

As inscricões são feitas através do link: https://docs.google.com/forms/d/1zHXjRbTRU3yfNX44kV_PCXd85fbyZvVU2Wd9YZjpcKU/viewform?c=0&w=1






PUBLICIDADE
bombocado.gif





Dragão Fashion Brasil - O maior evento de moda autoral do país!



20/05/2015

Idealizador do Dragão Fashion Brasil, Claudio Silveira mantém na essência do evento a valorização da cultura local e nacional, o estímulo aos novos talentos, além de promover e dar visibilidade a marcas e criadores já consolidados. E na 17° edição do DFB não fez diferente, trouxe o que a de melhor para os desfiles em Fortaleza.
Esse ano o DFB contou com 32 desfiles, na passarela passaram peças com forte apelo regional e peças artesanais altamente desejáveis, com mix de texturas, recortes profundos e cartela de cores terrosas, tendência absoluta da temporada. Veja o que rolou no DFB!


ALMERINDA MARIA- trouxe a coleção “Luxo no Paraíso”, inspirada no filme “Bonequinha de Luxo” e mixando a estética com o regionalista forte, com tradição em trabalhar tecidos típicos do Ceará, como a renda renascença, Almerinda Maria traz a inovação a partir de tecidos nada contemporâneos.
Linho rústico, Renascença de Algodão, Labirinto em Organza, Georgette, Organza, entre outros, são os materiais utilizados nessa coleção, com 90% do desenvolvimento feito toda à mão, valorizando ainda mais o trabalho de suas rendeiras.







BABADO COLETIVO- A coleção apresentada parte das palavras “solar e peregrino” e conta a história do povo cearense com sua rica bagagem cultural que encanta o mundo inteiro. Disso surgiram cartela de cores, materiais, estampas, tudo pensando em conjunto. A forte inspiração do calor nordestino, as roupas tinham um clima bem solar. Cores cruas foram destaque e os acabamentos artesanais deram uma personalidade sem igual às peças.











IVANILDO NUNES - trouxe muitas peças em bordado, vestidos femininos e esvoaçantes. O luxo se fez presente em seu desfile “A Unicidade do Ser Através das Mãos”. A renda renascença e de bilro foram utilizadas como mecanismo para nos levar a um universo de sonhos e desejos. Uma coleção impecável e glamourosa!







RIO DE JAS- trouxe uma coleção inspirada na “Art Déco” e misturou elementos luxuosos ao mesmo tempo em que utilizou peças feitas à mão, trazendo textura e um ar diferenciado ao desfile. Muitas cores e elementos geométricos em estampas cheias de estilo.


MARK GREINER- trouxe em sua coleção tons escuros, chapéus dramáticos, cabeças e styling impecáveis para uma coleção cheia de hits. Do xadrez até a alfaiataria, passando por um futurismo gótico e por um couture elaborado.






KALLIL NEPOMUCENO - É mestre em fazer roupas exuberantes, com cara de festa. Seu desfile foi marcado por bordados e texturas, peças que acentuam o corpo feminino com bastante sensualidade. O drama e o luxo se fizeram presentes em tons de dourado.



LIZZI- apresentou a coleção intitulada “Reflexos” e brincou com espelhos. A mulher da passarela seria o reflexo do que é visto no espelho ou seria a própria essência de seu corpo? Vimos um jogo de luz e sombras, estrutura e leveza, tudo isso em meio a um desfile que mais parecia um sonho.



Fotos:Roberta Braga/Silvia Boriello/Ricardo K.






Dragão Fashion 2016 e os Novos da Moda



15/05/2015

O Dragão Fashion Brasil( DFB), conhecido por ser o evento de maior referência de moda autoral do pais, segue mostrando o Brasil, em especial o Nordeste, como uma vitrine de grande potencial na construção de identidade da moda e da cultura dos múltiplos povos que tem.
Com o tema “ Sangue Latino” à 17° edição do DFB2016 destacou um país com uma consolidada indústria têxtil e de grande relevância econômica para a economia mundial do segmento. De 7 a 4 de maio, o DFB foi, novamente, realizado na megaestrutura do Terminal Maritimo de Fortaleza-CE, que recebeu aproximadamente 25 mil pessoas e teve um mix de atrativos em sua programação nos eixos de: Moda; Gastronomia; Cultura; Musica; Design; e Comercio.

A coluna “ Vamos falar de moda?” esteve por lá registrando os melhores momentos.


No primeiro dia, aconteceu os desfiles do Concurso dos Novos da Moda, o que já é tradição no DFB e tem como objetivo lançar novos estilistas no mercado de moda Marcado pelas cores fortes da América Latina em todos os 4 desfiles apresentados.

A passarela recebeu as peças dos alunos do Centro Universitário Senac de Santo Amaro (São Paulo), do Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB), da Universidade de Fortaleza (UNIFOR) e do Instituto de Desenvolvimento Educação e Cultura do Ceará (IDECC).




A UNIFOR investiu em cortes modernos e fez amplo uso do couro, de cortes diferenciados e inusitados. Essas peças trouxeram referências às obras de Frida Kahlo, todas cheias de flores de cores exuberantes.





IDECC
Os looks do IDECC possuíam acessórios exuberantes, tons terrosos, muitos brilhos e peças modernas. Mas o maior destaque nessas roupas foi o vermelho quente e vivo presente em todas as composições.






IESB
A alfaiataria masculina mesclou cores com seriedade e sobriedade. Estampas chamativas e coloridas. Fios de lã foram pontos de observação nas produções. As cores derramando sobre essas roupas, davam um toque lúdico, mas sempre remetendo a seriedade e sobriedade.







Suas roupas ficam velhas por serem usadas ou vistas?



03/05/2015

Quem nunca parou em frente ao espelho e disse: "Não vou com essa roupa porque todos já viram" ou " Não vou postar essa foto porque tenho várias com essa roupa." São pequenas paranóias, mas, que tem um grande impacto e o mais atingido é o meio ambiente. Sabia que aproximadamente 200 mil toneladas de tecido vão para o lixo todos os anos? Imagine só o estrago!

As redes sociais, por sua vez, impulsionam esse consumismo desenfreado, já que estão sempre presentes em nossas vidas, girando sempre em torno do que é novo, fotos e mais fotos mostrando o que é "in" ou o que é "out".

Mas em contrapartida existem pessoas adeptas do consumo consciente, e que sim,caindo no clichê,usam suas roupas até rasgar. Por que ao invés de recorrer ao pensamento óbvio de descarte, não procurar meios de reaproveitar as roupas como a tão falada customização?!

E os brechós então, que vem ganhando mais força e popularidade nos últimos tempos, podem guardar aquelas peças vintage e retrô que volta e meia são sucesso na moda.
O que não pode é esquecer que suas roupas não são descartáveis.






Fashion Revolution chega ao Piauí nos dias 16 e 17 de Abril



15/04/2016

Nos dias 16 e 17 de abril, o Teresina Shopping será palco do Fashion Revolution, um movimento global de moda sustentável criado na Inglaterra e presente em mais de 80 países. Com o tema “Quem faz as minhas roupas?”, o evento debaterá sobre guarda-roupa sustentável e moda local por meio de bate-papos, palestras e oficinas.
No primeiro dia de evento (16), a consultora de imagem e stylist Vivian Barroso ministrará a palestra “Guarda-roupa Sustentável”. Também no dia 16, será realizado o bate-papo “Moda Local”, com os empresários Rita Prado, Igor Leite, Layza Feitosa, Júnior Brandão e Dani Claudino. A conversa será mediada pela stylist Ruth Cazuza.
Já no dia 17, o bate-papo será mediado pela professora Juliana Santos, tendo como tema “Moda Artesanal”. Participarão do debate as designers Kalina Rameiro, Gilvana Lima, Deura Melo, Karol Wakanda e Georgina Nogueira.
Ainda dentro da programação do evento, blogueiras e jornalistas participarão do desafio “Fashion revolution bloggers”. A proposta é que convidadas passem quinze dias sem fazer compras, montem diversos looks com uma única peça de roupa e doem itens de vestuário que já não usem mais. O resultado do desafio será mostrado em um bate-papo entre as participantes no dia 17 de abril.
Além de palestras, bate-papos e oficinas, o Fashion Revolution Day também promoverá a exposição Ressignificar. Serão expostos bolsas e sapatos produzidos com estofados reaproveitados por alunos do curso de graduação em Moda, Design e Estilismo da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e instalação do coletivo Salve Rainha. A organização do evento é de responsabilidade do grupo Transforma Moda Piauí, criado pela produtora e stylist Raissa Nolêto.

Fashion Revolution Day

O Fashion Revolution é um movimento criado por um conselho global de líderes da indústria da moda sustentável, ativistas, imprensa e acadêmicos que se uniram depois do desabamento do edifício Rana Plaza, em Bangladesh, no dia 24 de abril de 2013, deixando mais de 1.133 mortos e 2.500 feridos. O dia 24 de abril foi escolhido como o Fashion Revolution Day e a semana que o antecede, na Fashion Revolution Week.
A campanha surgiu com os objetivos de: aumentar a conscientização sobre o verdadeiro custo da moda e seu impacto em todas as fases do processo de produção e consumo; mostrar ao mundo que a mudança é possível através da celebração dos envolvidos na criação de um futuro mais sustentável; criar conexões e trabalhar rumo à mudanças de longo prazo, exigindo transparência na indústria e nos negócios.

Programação

Dia: 16 e 17 de abril de 2016
Horário: 14h às 22h
Local: Teresina Shopping

DIA 16
CONSULTORIA DE ESTILO – das 14h às 20h
ARRECADAÇÃO DE ROUPAS – das 14h às 20h
OFICINA (14h às 18h)
• Bordado livre
• Crochê iniciante

WORKSHOP (18h às 19h30)
• Guarda roupa sustentável

BATE-PAPO (20h às 21h30)
• Moda local e seus criadores

DIA 17
CONSULTORIA DE ESTILO – das 14h às 20h
ARRECADAÇÃO DE ROUPAS – das 14h às 20h

OFICINAS (14h às 18h)
• Estamparia artesanal
• Macramê decorativo

BATE-PAPO
• Fashion revolution bloggers (18h às 19h30)
• Fazendo moda artesanal no Piauí (19h30 as 21h)


16 E 17 DEABRIL
EXPOSIÇÃO RESSIGNIFICAR


Obs.: A programação poderá ser alterada com a inclusão ou substituição de atividade.






Mais Fotos Foto- Foto-





Inscrições abertas

Curso de Desenho Técnico é ofertado pelo IFPI



07/04/2007

O IFPI- Campus Piripiri está ofertando o curso de extensão de Desenho Técnico. Uma excelente oportunidade para quem gosta ou deseja melhorar os traços.
É válido lembrar que o desenho tecnico é fundamental na criação de uma coleção, já que tem a função de transmitir a ideia no papel atraves de silhuetas, cores e texturas.
Mas também é importante saber que não precisa ser um expert, basta ser claro e objetivo na idéia que quer expressar. :)
As inscrições são de 6 a 11 de abril, com a duração de 40 hrs.
Para fazer a matrícula é necessario, apenas, RG e CPF.






"Moda é coisa só de mulher!" Será?



02/03/2016

Em uma roda de amigos surgiu o seguinte assunto: Moda, daí os rapazes já especulam “moda é coisa de mulher”. Calma lá, amigos, as coisas nem sempre funcionaram assim. Então, decidi reunir fatos históricos que desmistificam e mostram que só após muita luta as mulheres tiveram ascensão dentro deste império efêmero.
Então vamos lá, sabiam que a moda teve um homem como grande percussor?
Precisamente, o Rei Luis XVI, foi a partir de seu governo ostentatório que surgiram as temporadas de moda, pois ele exigia tecidos exclusivos para a criação de suas roupas sazonalmente, duas vezes por ano, assim os costureiros que atendiam a nobreza passaram a apresentar coleção de roupas no inverno e verão.
E o que dizer dos tão adorados salto alto das mulheres?! Sim, eles foram feitos para o uso dos homens. Era produto de status, pois só os ricos tinham recursos para este luxo. Quanto mais alto era o calçado, mais alta era a posição social do seu proprietário, só depois chegando às classes inferiores. Vale ressaltar que foi criado especialmente para Luís XVI, que queria ser mais alto do que seus 1,60m.





Se olharmos para as algumas criações dentro do vestuário veremos que os homens também contribuíram, por exemplo: A calça jeans por Levi Strauss, dando origem a conceituada grife Levi´s; As saias godês inspiradas no New Look de Dior; E de nossa cultura, o Lampião, historiadores afirmam ter sido estilista, deixou influência através de bordados que eram feitos exclusivamente para os uniformes de seu bando, e por aí vai...


























É importante lembrar que as mulheres só tiveram autorização para costurar em 1675, no século XVII, até então somente os alfaiates podiam vestir ambos os sexos. Com isso, as mulheres seguem uma carreira de sucesso conquistando, cada vez mais , seu espaço dentro da indústria do vestuário.
.O texto pode ter soado meio como uma “ puxação de sardinha” pro lado dos homens, porém não foi, trata-se de uma reflexão sobre atuação de homens em um dito “universo feminino” num mundo cheio de preconceitos criados pelos ditos papéis de gênero.
Então, quando falamos de homens na moda falamos de indivíduos que abriram mão de suas imagens de “macho” pra expressarem-se de forma criativa em um meio que requer sensibilidade e delicadeza.










Novidades na Loja Kamila Modas



28/01/2007


A Kamila Modas com muitos anos de experiência no mercado de moda traz sempre consigo, a preocupação de continuar levando até seus clientes um ótimo atendimento, as últimas tendências do mundo da moda e, o melhor, roupas com qualidade.



Kamila Modas tem a proposta de aumentar seu guarda-roupa com as mais variadas opções, lá você vai encontrar, lindas peças, muitas saias, blusas e t-shirts. Isso sem falar nos shorts e vestidos, que são, maravilhosos para compor seu look para qualquer ocasião seja dia ou noite. #UseKamilaModas.



A loja fica em frente à Câmara dos Vereadores de Piripiri, faça-nos uma visita!









Matriz Curricular do curso de Design de Moda

Superior em Design de MODA em Piripiri- Matriz Curricular



08/01/2007

A cidade de Piripiri, que se destaca por ser o maior polo de moda intima do estado, será presenteada com o curso superior Tecnólogo em Design de Moda ofertado pelo IFPI- Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí- Campus Piripiri. Serão distribuídas 30 vagas através do SISU- Sistema de Seleção Unificada- O curso será dividido em 6 blocos e terá a duração de 3 anos.
O profissional de design de moda pode atuar em diversas áreas já que o curso abre portas no setor têxtil, estilismo, modelagem, marketing, consultoria, produção de moda, entre outras. Vale ressaltar que a demanda na procura por profissionais capacitados, criativos e preparados cresce cada vez mais neste mercado amplamente competitivo.

Veja abaixo a matriz curricular do curso Tecnólogo em Design de Moda ofertado em Piripiri.




*Obs: As disciplinas subentendidas pelas imagens são, respectivamente, essas:

21- Tecnologia Têxtil

22 - Marketing de Moda

44- Produção de Portfólio Digital

45 - TCC II

Mais Fotos Foto- Foto- Foto-





O que usar no fim de ano?



31/12/2015

O que usar no fim de ano? Branco para atrair paz ou amarelo para atrair riqueza? Usar aquele dress divo ou aquele look alert trend?
Mas antes já pensou em escolher o que vai usar neste novo ano?
Já decidiu se vai vestir aquelas velhas tristezas, mágoas que não favorecem o seu sorriso ou vai preferir se adornar com a felicidade que te embeleza mais do que as garotas que estampam as capas de revistas?
Embora, a tendência para um novo recomeçar de ano não esteja em comercias de TV ou na novela das 21:00 e não possamos comprar em lojas nem mesmo nos shoppings, acredite, ela é atemporal, nunca sai de moda.
A proposta para este novo ano é vestir-se de inspiração, amor, felicidade, alegria. Vista-se do que gosta, o que veste a sua personalidade. Neste ano, não seja mais uma pessoa vestida de coração nu.






INOVA MODA



13/11/2015

Aconteceu na noite de quinta-feira (12) no auditório do SEBRAE-Piripiri o 4° Ciclo Inova Moda, com o tema “Movimentos”, o evento foi apresentado pela consultora de moda Madalena Ribeiro.
Durante o evento foram abordados processos de criação e tecnologia dentro do segmento da moda, dando destaque as principais tendências para o verão 2016/2017.
Houve a distribuição de kits de um material selecionado por especialistas do SEBRAE, que ajudam o profissional desde a criação até o acabamento final do produto.
Eventos como esse, são fundamentais para o aperfeiçoamento de empresas e profissionais, já que, no momento atual de crise econômica em que o país se encontra é preciso usar toda a criatividade para driblar as dificuldades que existe no mercado. Na moda, é necessário o movimento com um olhar crítico e globalizado para buscar inspiração em tudo que nos rodeia.

Mais Fotos Foto- Foto- Foto-





Falando de moda com Walter Rodrigues



04/11/2015

Walter Rodrigues começou trabalhando com moda em Tupã, aos 23 anos. Foi para São Paulo em 1983. Iniciou seu trabalho na revista "Manequim", como produtor de moda.
Foi um dos pioneiros a desfilar no então Morumbi Fashion, posteriormente denominado SPFW (São Paulo Fashion Week). Em 2004, estreou no Fashion Rio, onde fez muito sucesso.
Ele foi um dos fundadores da Abest (Associação Brasileira dos Estilistas), porque considerou importante agregar os profissionais do setor, proporcionando-lhes mais força no mercado.
Dono de uma carreira excepcional, Walter nos concede uma entrevista falando seu ponto de vista sobre a moda no Piauí.


1º) Existe uma identidade da moda piauiense?

Não existe, é difícil definir até a moda brasileira, existe indústria que faz uma moda bem característica que é caso do jeans feito no Piaui. Cabe aos jornalistas formar opiniões sobre a moda de cada estado, mas no geral as pessoas procuram vestir roupas que amenizem o calor.

2°) A moda no estado é valorizada?

Sim, podemos observar nas ruas pessoas bem arrumadas, bem vestidas e que ligam pra essa parte estética, é uma forma de mostrar que elas se importam e dão valor ao que vestem. Vejo pessoas usando bastante jeans em Teresina, em um calor daqueles podemos considerar um ato heroico. (Risos)

3°) Você já conseguiu dá visibilidade a pessoas que trabalham com moda no estado, como as rendeiras de Morros da Mariana, por exemplo, como é feito esse processo de lapidação?

É preciso ter liderança, conhecer o mercado e empresas que se assimile com o produto, saber o que quer é o que faz o resultado ser impactante. No caso das rendeiras, levamos elas pro São Paulo Fashion Week e nos surpreendemos com o resultado, que também foi caso da estilista Rimena Canuto, inclusive tem um ateliê em Piripiri, com ela foi desenvolvido um trabalho e levado até o Piauí Sampa, mas, infelizmente nem em todas as parcerias funcionam.

4°) O profissional da moda é reconhecido e valorizado?

Não, a universidade ajuda a formar esses profissionais, mas o mercado não valoriza é necessário a união pra tornar a moda com identidade e valorizada.

5°) É comum a relação de moda com glamour. Como vê isso?

As pessoas acham que moda é estar cercado de pessoas lindas, sem que nenhum problema ocorra. Costumo dizer que é justamente o contrário: temos 90% de trabalho e 10% de glamour.






Caminhos da moda: cenários e oportunidades



04/11/2015

A palestra “Caminhos da moda: cenários e oportunidades”, realizada no Auditório Delta do Parnaíba, ministrada pelo conceituado estilista Walter Rodrigues, foi a mais esperada pelos profissionais da indústria da moda. Walter apresentou em sua palestra vários aspectos relacionados à necessidade de uma identidade para a valorização do produto.
Foram apresentados elementos simples que, no mais das vezes, passam despercebidos aos olhos, como uma cerca de madeira, que pode se transformar em uma estampa ou até mesmo inspirar no designer de objetos, ou então, como a pintura das casas de sua cidade podem se transformar em uma cartela de cores de uma coleção.
Elementos esses, que podem promover a identidade da moda com características peculiares de cada região. Mencionou o estilista durante a palestra “Um produto sem identidade será comparado e o preço será a motivação da escolha, já o produto com identidade conta historias e revela sua força através do encantamento.”






Inovação na indústria da moda



03/11/2015

Aconteceu no estádio Verdinho em Parnaíba-PI de 27 a 30 de outubro a feira do empreendedorismo realizada pelo SEBRAE-PI , um evento voltado para diversas áreas da indústria, entre elas a do vestuário. Durante o evento encontravam-se palestras, oficinas, seminários, workshops, consultorias e atividades interativas.
Na noite de sábado, 28, na sala Pedra do Sal, aconteceram as palestras “ Inovação na industria da moda” e “Oportunidades de negócios da industria a moda”, ambas, ministradas pelo Engenheiro têxtil Edinaldo Freire Ramos, durante as palestras foram apresentadas as mais novas tecnologias no setor têxtil: máquinas, programas e a importância da capacitação profissional.
O evento é uma excelente oportunidade para empreendedores da indústria do vestuário, pois, envolve profissionais capacitados pra orientá-los no processo de progresso de uma confecção.






Moda e estilo no Teresina Trend



18/09/2015

Já dizia Coco Chanel, a moda passa o estilo fica, isso tem se tornado cada vez mais comum entre os "fashionistas" que vem deixando de lado o "está na moda" e aderindo cada vez mais o hábito de vestir se ao seu estilo e criando uma individualidade.
O Teresina Trend é o evento que reúne cada vez mais amantes da moda com um mix de estilos desde o mais básico até o mais ousado.
Uma mistura de personalidades se fez presente, pessoas com características peculiares estiveram transmitindo seu conceito sobre moda através da arte de vestir.





P?gs.: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10