O Maior Site de Notícias de Piripiri!
PUBLICIDADE
botao--2823.gif
botao--3528.png
botao--1685.gif
botao--963.gif
botao--858.gif
botao--6252.gif
botao--8157.gif
botao--5125.gif
botao--981.jpg
botao--4102.gif
botao--4405.jpg
botao--8908.jpg
botao--9287.jpg
botao--6770.jpg
botao--9878.jpg
botao--7813.gif
botao-Raphael-Assuncao-1046.jpg
botao--7694.jpg
botao--7347.jpg
botao--6833.jpg
botao--1259.gif
botao--5090.gif
botao--7144.gif
botao--5110.gif
botao--9382.jpg




Em Piripiri, sala de delegacia é improvisada com grades para contenção de presos

Sem celas, presos são colocados na sala antes de serem transferidos para delegacia de Piracuruca



20/11/2017

Imagens mostram que a cela tem um espaço bem pequeno, com uma grade e um banco de ferro na parede onde o preso fica algemado. Os policiais denunciaram à TV Cidade Verde que o ambiente é de total insalubridade e presos estão colocando fezes em uma sacola e urinando nas paredes.

A cela foi construída após decisão da Justiça de interditar todas as outras celas da delegacia de Piripiri e retirar, imediatamente, um carro cela que abrigava os presos nos fundos do distrito.

Segundo o delegado Jorge Terceiro, o local mostrado nas imagens não se trata de uma cela e, sim, de uma sala de contenção utilizada durante a realização de procedimentos policiais.

Conforme o delegado, após a realização de procedimentos, os presos são transferidos para a delegacia de Piracuruca. O delegado negou que os presos fazem suas necessidades em sacolas e afirmou que o mau cheiro da sala é por conta de restos de água e alimentos que se acumulam no local.

A orientação é de que os presos sejam levados ao banheiro sempre que tiveram vontade e nenhum detido fique mais de 14 horas nessas salas de contenção.

A Secretaria de Segurança Publica informou que está providenciando a construção de mais duas salas de contenção na delegacia de Piripiri.

Fonte: Cidade Verde

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
bombocado.gif





Latrocínio

Homem é assassinado em Piripiri; suspeita é de assalto



18/11/2017
Foto: Repórter Leocádio Santos Foto: Repórter Leocádio Santos

Um homicídio registrado em Piripiri, neste sábado (18), no bairro Santa Maria, próximo ao Morro da Mijada, saída para Batalha. A vítima foi baleada. A Polícia suspeita de latrocínio.

Renato Cardoso Nascimento, 50 anos, estava perto de uma cancela e faria pagamento a alguns trabalhadores, como fazia aos sábados. Ele trabalhava nas terras arrendadas, com a exploração da área.

Renato foi baleado na perna. Por conta do vaso atingido, perdeu bastante sangue e não desistiu, indo a óbito no local. Quando o SAMU esteve no local, a vítima já estava sem vida.

Renato era casado e também deixa três filhos.

Mais Fotos Foto-
V?DEO REP?RTER





PM prende trio acusado de roubos na região do bairro Vista Alegre e recupera celulares e dinheiro



18/11/2017

Após denúncias de roubos e furtos no bairro Vista Alegre e região, uma equipe da PM, comandada pelo subtenente Mariscal, saiu em diligencias em busca dos indivíduos.

No próprio Vista Alegre, os policiais avistaram três elementos em atitude suspeita, realizando a devida abordagem, sendo encontrada uma sacola perto dos mesmos com alguns aparelhos telefônicos e dinheiro trocado.

O trio foi conduzido à delegacia e foi reconhecido por várias vítimas, que haviam sido roubados naquela área.






Família de garçom assassinado faz caminhada pela justiça e convida a comunidade piripiriense

O ato está marcado para sábado (18), às 16h, com saída aos pés da imagem de Nossa Senhora dos Remédios, no Morro da Saudade



15/11/2017

Esposa, filhos, netos, sobrinhos e demais parentes do garçom João Antônio dos Santos, conhecido como “João Fidelis”, de 68 anos, morto por crime de trânsito, no dia 11 de setembro de 2010, na BR 343, em Piripiri, estão organizando uma Caminhada pela Justiça, que percorrerá as principais ruas e avenidas da cidade.

O ato está marcado para sábado (18), às 16h, com saída aos pés da imagem de Nossa Senhora dos Remédios, no Morro da Saudade, percorrendo parte da avenida João Bandeira Monte, a avenida Tomaz Rebelo, trechos das ruas Professor Bem e Santos Dumont, retornando para o centro da cidade, pela avenida Aderson Ferreira.

A Caminhada pela Justiça é mais uma mobilização da família do senhor João Fidelis, envolvendo a sociedade piripiriense, para que o crime do qual o garçom foi vítima não fique impune. O acusado Ivan Panichi foi enquadrado por Homicídio Doloso, o primeiro caso no Piauí de crime no trânsito a ser assim qualificado.

Na última terça-feira (14) estava marcado o Júri Popular de Panichi, mas a advogada dele protocolou atestado médico, alegando problemas de saúde para faltar ao julgamento. O acusado também não compareceu, e o juiz da Vara Criminal, João Bandeira Monte Júnior, decretou a prisão preventiva do réu que, antes de ser preso, teve a prisão revogada no Tribunal de Justiça do Piauí, por ordem da desembargadora Eulália Pinheiro

O júri é aguardado com muita expectativa pela sociedade local, que ficou indignada pela maneira como se deu o crime, em que o autor, após matar o garçom, ficou ingerindo bebidas em um bar a poucos metros onde se deu o ocorrido.

“Se a defesa pensa que vai nos fazer desistir, se pensa que vai atrasar o julgamento e, com isso, fazer o povo de Piripiri esquecer o crime que vitimou nosso pai, eles estão enganados. Nós só descansaremos quando Ivan Panichi for condenado e preso pela barbaridade que cometeu”, avalia Georlitom Alves, filho da vítima. 

Os familiares de João Fidelis estão convocando também outras famílias que tiveram entes queridos ou amigos vitimados por crimes que permaneçam impunes. “A sociedade precisa reagir. Tem de fazer valer a Justiça, cobrar providências, fiscalizar o cumprimento da lei, principalmente em crimes em que a vida humana é banalizada. E a Caminhada da Justiça é justamente para isso”, finaliza Georlitom. 






Desembargadora revoga prisão preventiva e mantém Panichi em liberdade



14/11/2017

A desembargadora Eulália Maria Ribeiro Gonçalves Nascimento Pinheiro concedeu liminar revogando a determinação da prisão eventiva de Ivan Carlos Panichi, que matou o senhor João Fidelis atropelado.

O juiz da comarca de Piripiri havia decretado a prisão após ele ter faltado ao próprio júri popular, acusado de homicídio doloso, após pedido do promotor, que entendeu que houve quebra do acordo entre justiça e réu, por ele não ter cumprido o chamado da justiça e, portanto, deveria perder a liberdade conseguida por habeas corpus.

A determinação da prisão ocorreu na manhã dessa terça-feira (14). Até às 19hs, ele não havia sido encontrado pela polícia. Mais tarde, foi publicada a decisão da desembargadora, em Teresina, surpreendendo a família da vítima.

O crime ocorreu há um pouco mais de sete anos. Nesse período, ficou preso por apenas 34 dias.

Panich e seus advogados debocharam da justiça, desabafa filho do garçom assassinado em Piripiri






URGENTE: Casa pega fogo e família perde praticamente tudo em Piripiri. IMAGENS



13/11/2017

Talvez o não o maior incêndio, no sentido de expansão, deste ano em Piripiri, porém o que mais deixa danos materiais e até emocionais. Uma família perdeu praticamente tudo que estava dentro da casa incendiada. O fato ocorreu no início da noite desta segunda-feira (13), no bairro Prado.





No momento do incêndio, a família, o casal com as duas crianças, não estava na casa. Vizinhos que perceberam as chamas partindo da cozinha. As chamas cresciam, se espalhavam pela casa. Ventava bastante no horário. O teto foi todo queimado. Os móveis, eletrodomésticos, guarda-roupa e outros não escaparam do fogo.

Os vizinhos conseguiram ainda salvar uma moto, um rack, dois botijões e uma TV, após arrombarem a porta. Com galões e uma mangueira, tentaram combater as chamas para evitar mais estragos e que se espalhasse para as casas ao lado. Um dos voluntários ainda se arriscou e subiu na caixa d'água e, de lá, fazia o que podia para jogar água no interior da casa. O resultado, mostrado nas imagens registradas pelo site Piripiri Repórter, é triste.

Diante do fato, reconhecer a ação dos vizinhos. Alguns nem conheciam os moradores, mas logo se escalaram para a missão, que era urgente. A partir de agora, força para a família, que possa se reerguer materialmente e sempre lembrar que felizmente ninguém ficou ferido, que a saúde é o maior de todos os bens.


















Locutor que matou garçom no trânsito vai a júri nesta terça em Piripiri



13/11/2017

O locutor de rádio Ivan Carlos Carvalho Panichi, acusado de atropelar e matar, no dia 11 de setembro de 2010, o garçom João Antônio dos Santos, conhecido como “João Fideles”, de 68 anos, na BR 343, Km 75, em Piripiri, vai a júri popular nesta terça-feira (14), às 8h30, no Fórum da cidade.

O caso gerou grande comoção popular e teve repercussão na mídia nacional, principalmente porque, após o crime, o autor foi beber em um bar localizado às margens da via onde ocorreu o fato. É o primeiro caso de homicídio no trânsito que vai a júri popular, no Piauí.

“Nós estamos há 7 anos esperando por Justiça. Em nenhum desses dias esquecemos do nosso pai. Mas também não desistimos de lutar para que esse crime bárbaro não caísse no esquecimento. Agora, chegou a hora da sociedade se posicionar sobre o fato e punir o autor dele, que não sentiu o mínimo remorso ao matar um pai de família”, disse Georliton Alves, filho da vítima.

O julgamento está sendo muito aguardado pela população de Piripiri, já que a vítima era uma pessoa muito querida na cidade e teve a vida ceifada quando vinha conduzindo sua motocicleta regularizada, usando capacete, dentro da velocidade estabelecida, e foi colhido pelo autor, que conduzia uma camionete e invadiu a preferencial, ao fazer um retorno. Várias garrafas de bebidas foram encontradas dentro do carro do acusado.

Ivan Panichi também foi filmado por populares, ingerindo bebidas alcóolicas em um bar, momentos após o fato, a poucos metros do corpo, inclusive desacatando Policiais Rodoviários Federais que o abordaram, momentos após o crime.

Mais Fotos Foto-





PECADO

Criminosos arrombam capela e furtam equipamentos em Piripiri



12/11/2017

Criminosos, ainda não identificados, não estão repeitando nem a casa de Deus. Não é a primeira vez que capela e alvo de arrombadores. Desta vez, ocorreu no bairro Caixa D'água. O crime ocorreu na madrugada deste domingo (12).

Para invadirem a capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, os criminosos arrebentaram três cadeados e quebraram uma porta. Até o sacrário foi aberto pelos invasores, porém não se interessaram pelas hóstias encontradas. Após abrir armários, encontraram vários pertences da igreja e acabaram levando dois microfones.

"Não respeitaram nem o sacrário, o qual foi arrebentado, mas graças a Deus não levaram nada de muito valor. Que Deus tenha misericórdia dessas pessoas que não sabem o que fazem", comentou um dos fiéis da comunidade, Wanderley Arruda.






SUTRAN volta a realizar blitz no centro de Piripiri



09/11/2017

A Superintendência de Trânsito do Município (SUTRAN) realizou, na manhã desta quinta-feira (9), uma barreira de fiscalização no centro de Piripiri na Rua Antônio Alves, próximo à Câmara Municipal de Vereadores.

Na blitz, diversas motos ficaram retiras. A maioria, por conta de que quem pilotava não usava capacete. Documentos pessoais, como CNH, e dos veículos também foram verificados pelos agentes.






Polícia Civil prende dupla de golpistas dentro de agência bancária em Piripiri



08/11/2017
Rostos desfocados pela polícia para continuidade de investigação Rostos desfocados pela polícia para continuidade de investigação

A Polícia Civil do Piauí, através da equipe do 1º Distrito Policial de Piripiri, sob o comando do Delegado Jorge Terceiro, efetuou, na data de ontem, a prisão em flagrante dos nacionais de iniciais A. L. de B. e L. da C. B. no momento em que tentavam, utilizando-se de documentos falsos, efetuar cadastramento e retirar cartões bancários se passando por titular das contas, dentro da agência do Banco Bradesco de Piripiri. A dupla estava de posse de documentos com dados de terceiros mas com fotografias de um dos estelionatários e inclusive apresentaram os documentos aos funcionários da agência.

"Ao ser interrogado na Delegacia, a pessoa de A. L. de B. confessou que já há tempos sacava quantias em dinheiro de uma conta em nome de José Souza da Silva e que precisou retirar um novo cartão, sendo que, juntamente com a outra autuada L. da C. B., primeiro conseguiram fazer a solicitação de um novo documento de identidade e com o comprovante da solicitação, no qual foi colocada uma fotografia de A. L. de B., se dirigiram até a agência do Bradesco, local em que L. da C. B. se passou por parente do idoso e forneceram os documentos ao funcionário", afirmou o Delegado titular do 1º Distrito Policial Dr. Jorge Terceiro.

Com a dupla foram encontradas várias fotografias 3x4 de um dos autuados do mesmo tipo da utilizada no documento falso, diversos cartões bancários em nome de terceiros, além de quantias em dinheiro. Ambos foram autuados em flagrante pelos crimes de uso de documento falso e tentativa de estelionato.






Primeiro Fórum sobre Feminicídio será realizado em Piripiri



08/11/2017
Anamelka Cadena Anamelka Cadena

Será realizado o Primeiro Fórum sobre Feminicídio em Piripiri. As palestras serão feitas pela delegada da Delegacia de Defesa dos Direitos das Mulheres, Anamelka Cadena, e pelo promotor de justiça Francisco de Jesus Lima. O evento será dia 24 de novembro, no Auditório Ozíres Neves de Melo. Abaixo, mais informações:






Dupla realiza assalto a farmácias em Piripiri

Em uma delas, é a terceira vez



07/11/2017

Uma dupla realizou assalto a duas farmácias no final da manhã desta terça-feira (7), uma na Avenida Tomaz Rebelo e outra na Avenida Aderson Ferreira.

Inicialmente a dupla atacou, por volta de 11h, a Farmácia Mãe Rainha, próximo à Rádio FM Cidade, rendendo funcionários, levando celulares e produtos do estabelecimento. Minutos depois, a informação do assalto a uma farmácia no bairro Prado, na Av. Aderson Ferreira.

Segundo funcionários da Farmácia Mãe Rainha, a dupla estava em uma moto Biz da cor vermelha e um deles usava uma argola em uma das orelhas.






Criminosos arrombam loja/oficina no bairro Floresta, em Piripiri



07/11/2017

Criminosos atacaram em uma loja de peças e acessórios para motos no bairro Floresta, na Avenida Dirceu Mendes Arcoverde, durante a madrugada desta terça-feira (7).

O alarme chegou a ser acionado, mas os criminosos, em fuga, ainda conseguiram levar capacetes, pneus e outros produtos. Os proprietários se depararam com o portão arrebentado e várias moedas espalhadas pelo chão.







Acidente em curva deixa dois feridos em Piripiri



06/11/2017

Um acidente na noite desta segunda-feira (6), por volta de 22h15min, deixou um casal ferido, após sobrar em uma curva e perder o controle da moto na Avenida João Bandeira Monte.

Antônio e Lúcia, moradores do bairro Anajás, estavam sentido Av. Tomaz Rebelo. Lúcia estava com capacete. Antônio teve mais lesões no rosto e cabeça por conta do não uso do equipamento. Ambos estavam conscientes e foram atendidos por uma equipe do SAMU 192, que os levou ao Pronto-Socorro do Hospital Regional Chagas Rodrigues.

Segundo testemunhas que trabalham próximo ao local, são comuns acidentes na curva.







Há 19 dias desaparecido, paradeiro de taxista piripiriense é um mistério e família continua procura

Quem souber de seu paradeiro, ligar para: 9 9956-6368 ou 9 98025313.



06/11/2017

Já são 19 dias de desparecimento do taxista Pedro Lima, de 55 anos. Nesse final de semana a mãe de Pedro, dona Juraci, de 75 anos, esteve na Rádio FM Cidade em mais um apelo pelo paradeiro do filho.

O taxista foi visto dia 18 de outubro, a última quinta-feira. Ele saiu para trabalhar no seu veículo, um gol bola, branco, placa NHV-5999. Depois disso, não houve mais informações de seu paradeiro.

A família e amigos estão desesperados com a situação e pedem a quem souber de seu paradeiro, ligar para: 9 9956-6368 ou 9 98025313.





P?gs.: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10